REVISTA LIVING – CORES E MUITA ATITUDE

Home Office Revista Living - capa

Revista Living – Cores e muita atitude.  A arquiteta Aclaene de Mello apresenta o seu Home Office, um projeto integrado e funcional.

Cores e muita atitude.
Além de ser um refúgio para os momentos de descanso, o apartamento da arquiteta Aclaene de Mello também é utilizado como escritório. Dessa forma elementos originais e super charmosos convive em perfeita sintonia na area social totalmente integrada.

Expert na arte de criar espaços surpreendentes para seus clientes a arquiteta gaúcha Aclaene de Mello mostra de onde vem sua inspiração. Nos 30 m² que envolvem a area social do apartamento onde vive, no tradicional Centro Histórico de Porto Alegre (RS), ela abusou dos detalhes e deu vida a um ambiente integrado que revela-se perfeito para as mais diversas ocasiões do dia a dia. O espaço, além de receber amigos e familiares durante os fins de semana, é utilizado também como escritório – é ali que a profissional recebe seus clientes e , nos horários de folga, curte a companhia de pessoas queridas.
“Sou despojada e, ao mesmo tempo, conservadora. Lugar de comer é na mesa, mas esta mesa pode ser descontraída. Lugar de cozinhar é na cozinha, mas a cozinha pode ‘invadir’ a sala e resultar em um abiente integrado e functional”, comenta, ao destacar as características que buscou levar para o recanto. Assim, a originalidade se faz presente nos detalhes, onde a arquiteta buscou unir a sua criatividade à ideia de bem-estar. “Não há um conceito específico, mas sim o traço da Aclaene – que considero único”, enfatiza.

Charme em azul e marrom. “Os tons de azul sempre foram os meus preferidos. Eles são frios e intensos e, por isso, pouco aceitos. Aproveitei o momento e resolvi usá-lo – e o marrom entrou para aquecer”, ressalta. No projeto, tecidos comprados em uma viagem à Arábia Saudita e objetos de decoração trazidos de outros países unem-se a uma grande variedade de materiais, que garantem um décor personalizado.
Nas cortinas, destaque para o modelo plissado, utilizado para delimitar sala e escritório. A exclusividade está nos móveis, que foram desenhados pela própria arquiteta. No mobiliário sob medida, os tons terrosos foram a escolha – sinônimo de aconchego! Junto aos itens mais modernos, como a mesa de jantar em vidro, peças em madeira de demolição fazem o devido contraste. “O ambiente foi criado com duas intenções: mostrar tudo o que aprendi a fazer ao longo destes 23 anos de carreira, e também receber clientes e amigos”, comenta a arquiteta, orgulhosa do resultado final.

  • /

Deixe um Comentário